Blog

Cultura Japonesa: As bonecas Kokeshi

Certamente vocês já devem ter visto pelo Misaki uma linda boneca japonesa de madeira. Batizada carinhosamente de Hanna, ela faz parte da decoração da casa e é do tipo Kokeshi, e hoje vamos falar um pouco sobre a origem e a tradição destas bonecas, vamos conferir?


boneca-misaki-vermelha


As Kokeshis são tradicionais bonecas japonesas e começaram a ser fabricadas no século 19, por artesãos japoneses que resolveram usar as sobras de madeira para fazer algo simples, porém criativo e 100% artesanal. A forma de arte da Kokeshi repousa sobre o princípio criativo da beleza e arte através da simplicidade.


Elas são constituídas apenas por um tronco simples, com detalhes florais em vermelho, preto ou amarelo e na parte superior, uma esfera representando a cabeça com expressões faciais, tudo pintado à mão. Outra característica dessas bonecas é a ausência de braços e pernas, com a parte inferior marcada com a assinatura do artista. Uma camada de cera também é aplicada para dar o acabamento.


misaki-blog-kokeshi3


misaki-blog-kokeshi2


As bonecas surgiram inicialmente na região das onsens (águas termais) para serem vendidas aos visitantes e turistas. Há uma crença de que a cabeça redonda e seu corpo comprido eram usados como ferramenta de massagem nos visitantes dos spas. Durante o período Edo, eram consideradas as guardiãs das crianças e detentoras de suas almas. Ter uma Kokeshi significava que ela ajudaria a manter os pequenos saudáveis e longe do mal. No entanto, o seu simbolismo mais conhecido é em relação à amizade, pois dentro da boneca tem um orifício que serve para colocar uma mensagem, antes de entrega-la de presente a alguém.


São lindas não acham? Esperamos que tenham gostado do post e até a próxima.


Fonte: Japão em Foco


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>