Blog

Tudo que você sempre quis saber sobre o saquê

O saquê é conhecido internacionalmente como a bebida nacional do Japão, está presente na vida dos japoneses de forma intrínseca, obtido da fermentação do arroz, tem um valor cultural inestimável para o país, estando presente em diferentes níveis da sociedade, da bebida popular ao oferecimento aos deuses xintoístas.

Para se obter uma bebida de qualidade, a água é um fator fundamental, já que um em um bom saquê ela corresponde cerca de 80% do produto final. Assim como outras bebidas, o processo de fermentação é longo: o arroz é lavado, cozido a vapor, misturado ao fermento, à água, e ao Koji (arroz fermentado separadamente), em uma sala com controle de temperatura e umidade, esse processo é repetido diversas vezes e a fermentação dura até 32 dias, após esse período ele é pasteurizado e fica descansando por seis meses.

saque1

Apesar da origem do saquê não ser clara, um marco na história da bebida foi a instalação do departamento de cervejaria imperial na cidade de Nara (capital do Japão, 710 a 792 d.c). Hoje em dia temos mais de 1600 marcas de saquê, dividas em diversos tipos, como:  Junmai-shu, Honjozo-shu, Ginjo-shu e Daiginjo-shu, inclusive saquês culinários, usados na preparação de alguns pratos tradicionais da culinária Japonesa.

saque2

No Misaki você dispõe de uma carta de saquês, que agradam todos os paladares. São eles: Azuma Kirin Dourado (Límpido e brilhante, sabor seco e harmônico), o Azuma Kirin Junmai (Aroma leve, sabor extra seco, harmonização perfeita sushis, frutos do mar e peixes), o Gekkeikan Silver (importado), o Saquerosca (Kiwi, Morango ou Tangerina) e o Saquerosca de Lichia. Incríveis!

O consumo do saquê geralmente é em temperatura ambiente, mas toma-se frio ou misturado com outras bebidas formando coquetéis exóticos e marcantes. Gostou do Post? Então continue acompanhando nossas redes sociais. Acesse nosso Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>