Blog

A arte de comer bem

Não vamos dar receitas de como mastigar ou procedimentos que devem ser evitados - como gesticular com talheres, por exemplo  (#ficaadica). O tempero especial dessa nossa conversa é a conscientização quando nos alimentamos.


A arte de comer bem está relacionada à inteligência sobre o que comemos. Herdamos a maioria dos nossos hábitos, não só os alimentares, de nossos pais. Para alguns deles, até os tempos da web 2.0, comer bem está associado à quantidade:  corpos roliços, bochechas demasiadamente rechonchudas e coradas são sinais de saúde. Hoje se sabe, apesar de algumas resistências, que saúde está longe disso. Não devemos entrar aqui na questão estética de suma importância também, o que queremos é promover uma reflexão sobre “a hora da garfada”.


Um dos pontos da arte de se alimentar com qualidade é possuir um conhecimento prévio - mesmo que superficial - sobre as características dos alimentos.  Quem é quem e colocar cada um no seu quadrado (prato) proporcionalmente. As proteínas servem para quê, os carboidratos vêm de que planeta, esse tipo de comida satisfaz pouco, esse me traz maior saciedade e por aí vai. Geralmente você consegue essas informações em formato pocket em uma consulta com endocrinologista ou nutricionista, mas a internet também está aí com sites especializados que podem tirar essas dúvidas mais básicas.

Outra questão importante é sobre a quantidade. Você já parou para pensar se come o tanto que precisa? Faça uma retrospectiva e lembre se você tem deixado com freqüência comida no seu prato. “Comer bem quer dizer comer coisa sem graça, sem sabor”. Alto lá. Se você é um dos replicadores desse mantra equivocado está na hora de rever seus conceitos. Comida saudável não precisa ser sem gosto. A arte de comer bem está em aprender sobre os alimentos e escolher aqueles que trazem mais disposição e saúde. Procure com um pouco mais de otimismo que você vai achar receitas dignas e deliciosas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>