Blog

Segurança alimentar na cozinha

A segurança alimentar é um conjunto de normas de produção, transporte e armazenamento de alimentos visando determinadas características físico-químicas, microbiológicas e sensoriais padronizadas, segundo as quais os alimentos seriam adequados ao consumo. Ela envolve uma série de cuidados básicos que devem ser avaliados no dia a dia e aplica-se também na cozinha doméstica. Os cozinheiros devem ficar atentos a alguns hábitos que fazem na cozinha durante o preparo de alguma receita, que, sem perceber, podem acabar contaminando a comida.

A cozinha é um dos ambientes da casa que mais recebe fluxo de pessoas. Por ter essa particularidade, merece atenção e higiene redobrada para o combate à proliferação de bactérias no local. Confira algumas dicas e proteja sua família!

Bancadas



Elas são acessíveis e práticas para o preparo de receitas e alimentos. O problema está quando você não limpa adequadamente a superfície, após o preparo de um determinado prato, como por exemplo, uma massa de bolo. Mais tarde, seu filho prepara um lanche que entra em contato com essa sobra de massa ainda crua, agora contaminada.


O ideal é utilizar, após cada preparo de comida, um desinfetante spray para matar as bactérias sobre a superfície.

Filtro de torneira




É comum deixar restos de comidas espirrarem no filtro quando estamos acrescentando água a alguma receita ou umedecendo o pano de prato. As bactérias podem se desenvolver neste ambiente. Diminua essa possibilidade de contaminação tirando o filtro e mergulhando-o em vinagre branco, durante uma noite inteira, uma vez por semana.

Tábua




Sempre após utilizar a tábua que serve de base para cortar tudo, inclusive carnes, lave a peça com água quente e sabão. Pulverize a tábua com uma mistura de uma colher de chá de água sanitária, para 16 litros de água. Em seguida, enxague com água quente.As tábuas mais "limpas" são as de plástico ou vidro, porque não são porosas e, por isso, são mais resistentes aos germes. Tábuas de madeira com muitos cortes profundos são ambientes perfeitos para a proliferação de micróbios. Sempre que possível faça a troca dessa peça.

Pano de prato







Use o pano de prato de preferência só para secar mãos limpas e pratos. Durante o preparo de carne, use toalhas de papel e jogue-as fora. E lave suas mãos imediatamente, com sabão, depois do manuseio.

Porta-facas



Os escorredores e suportes de utensílios devem ser lavados diariamente. Você usa uma faca para limpar um pedaço de peixe, enxágua o utensílio e guarda no suporte sem higienizá-lo. Este hábito pode estimular o aparecimento de mofo, que costuma aparecer em um prazo de 24 a 48 horas.  O ideal é guardar as facas na gaveta.

Pia




Lave sempre a pia após o preparo de alimentos crus e após o seu uso. Desinfete o local com alvejante e água.

Esponja



Desenvolva o hábito de limpar as esponjas deixando-as de molho em uma tigela com água e uma colher de chá de água sanitária.

Continue acompanhando as redes do Restaurante Misaki! Twitter: @Misaki_Ce, Facebook.com/RestauranteMisaki e nosso site! Em breve, mais dicas sobre alimentação, gastronomia, receitas e saúde. Até o próximo post!

Com informações do Portal Terra Culinária.

Imagens: Google

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>